6 de mai de 2012

Avaí faz 3 a 0 no Figueirense e fica perto do título

Amplo domínio avaiano marcou a partida na Ressacada

Cleber Santana comandou o Avaí. Foto: Kadu Reis

O Figueirense foi claramente surpreendido pelo Avaí nos domínios azurras. Jogando na Ressacada, o Leão não deixou o Alvinegro respirar, dominando amplamente a partida e construindo um grande resultado para o jogo da volta, no Orlando Scarpelli.

Pressionando durante todo o primeiro tempo, o time da casa fez seu primeiro gol aos 31 minutos. Em arrancada de Robinho, a bola foi passada para Patric. Antes do domínio do jogador, o lateral alvinegro Pablo, deu um toque na bola e ela sobreou para Nunes que não perdoou, 1 a 0 para o Avaí.

Sem Aloisio, machucado, o Figueira pouco chegava ao ataque, e se rendia à bela atuação de Cleber Santana. No segundo tempo, o Avaí fez outros dois gols, com direta participação do camisa dez.

No segundo gol avaiano, Cleber bateu para o gol e Felipe Alves desviou, ampliando o placar. O terceiro foi um golaço. Cleber Santana cobrou falta próxima à área avaiana e fez um belíssimo gol, dando números finais à partida.

É difícil dizer o que aconteceu com o Figueirense, que permitiu tal domínio avaiano. Fato foi o domínio do time azurra sobre seu rival. Com o 3 a 0, o Avaí tem ampla vantagem para o segundo jogo, nos domínios do Figueira.

Para o Alvinegro, resta treinar muito para tentar encontrar um esquema capaz de reverter esta difícil situação. Caso o Figueirense não entre no segundo jogo com uma postura totalmente diferente, o título será do Avaí, sem sombra de dúvidas.

Torcida avaiana foi em bom número até a Ressacada. Foto: Kadu Reis

Primeiro tempo:

O Avaí tomou as ações da partida nos primeiros minutos de jogo. Apesar da pressão do Leão, quem teve a primeira oportunidade clara de gol foi o Figueirense. Depois de cobrança de escanteio feita por Roni, Ygor acertou a bicicleta e , mas Leandro Silva impediu o gol sobre a linha de gol.

Cléber Santana jogava com liberdade e puxava o Avaí para o ataque. Em cobrança de falta do camisa dez, Nunes, livre, quase abriu o placar de cabeça. Aos 18 minutos, Aloisio sentiu dores na coxa e não pôde prosseguir na partida. Quem entrou em seu lugar foi Julio Cesar.

O Figueira não mudou e continuou permitindo que o Avaí controlasse a partida. Aos 31 minutos, o Leão abriu o placar. Robinho arrancou pela esquerda e tocou para Patric. No domínio do jogador avaiano, Pablo tentou tirar e acabou tocando a bola para Nunes, que só teve o trabalho de tocar para o fundo do gol de Wilson. Veja o vídeo do gol: http://www.youtube.com/watch?v=fR6y3UiNTZg

Depois do gol avaiano o Furacão do Estreito tentou se recompor e igualar as ações em campo. O Alvinegro chegou perto em cobrança de falta e também em mais uma tentativa de Ygor que foi defendida sobre a linha. Ainda assim, o Figueirense não chegou a ter domínio da partida.


Segundo tempo:

Logo no início do segundo tempo o Avaí ampliou o placar. Após chute de Cléber Santana, Felipe Alves fez o desvio e botou a bola nas redes. Seis minutos depois, veio o terceiro, de falta. Cleber Santana cobrou com perfeição e fez um belo gol para o Leão.

O Figueirense se encolheu na Ressacada. Branco trocou Doriva por Luiz Fernando, para tentar jogar o time alvinegro para cima. Enquanto isso, Hemerson Maria recuava seu time. No lugar de Felipe Alves, o treinador botou o volante Diogo Orlando no jogo.

Luiz Fernando não conseguiu construir muita coisa para o Figueirense e o Leão seguiu sobrando em campo. A partir da metade do segundo tempo, o Avaí passou a administrar a partida com calma. Ao lado do gramado, Branco conversava com seu auxiliar Marcelo Cabo e pouco fazia em questão de mudar o time.

Aos 35 minutos, mais uma boa oportunidade para o time da casa. Após cruzamento, Nunes, de cabeça, jogou a bola muito próxima ao gol defendido por Wilson. Os dois times fizeram mais uma mudança cada um: no Figueira, saiu Fernandes para a entrada de Franco Niell, enquanto no Avaí saiu Nunes e entrou Cássio.

Com tranquilidade, o Avaí dominou os minutos que restavam da partida, completando uma grande vitória sobre o Figueirense, que não encontrou modos de reagir.


Escalações:

Figueirense: Wilson; Pablo, Sandro, Canuto e Guilherme Santos; Ygor, Túlio, Doriva (Luiz Fernando) e Fernandes (Franco Niell); Roni e Aloísio (Julio Cesar).

Avaí: Diego; Arlan, Leandro Silva, Renato Santos e Patric; Bruno, Mika, Robinho (Laércio Carreirinha) e Cleber Santana; Felipe Alves (Diogo Orlando) e Nunes (Cássio).


Gols: Avaí: Nunes (31/1º), Felipe Alves (3/2º), Cleber Santana (9/2º)

Nenhum comentário:

Postar um comentário