3 de mai de 2012

Brusque desiste da Série D e vaga fica sem dono

Tricolor do Vale não conseguiu investidores para viabilizar a participação

Presidente do Brusque, Mauricy de Souza. Foto: Arquivo Jornal MDD


Por meio da palavra do Presidente Mauricy de Souza, o Brusque Futebol Clube desistiu oficialmente de participar da Série D do Brasileirão em 2012. Após diversas tentativas de arrecadar fundos sem sucesso, o clube chegou a ficar perto de acertar um patrocínio com o banco BMG, mas o negócio não se concretizou.

Mauricy afirmou que o Brusque conseguiu apenas 40% dos 500 mil reais que o time precisava para poder participar da quarta divisão nacional. O Presidente não deu muitos detalhes sobre a desistência, pois falará mais na tarde de hoje em coletiva no estádio Augusto Bauer.

Indefinição

O Brusque conseguiu a vaga na Série D por ter sido vice-campeão da Copa Santa Catarina em 2011. Com a desistência, a vaga passaria para o Marcílio Dias, penúltimo colocado na copinha e rebaixado no estadual deste ano. Porém, no clube de Itajaí também não se confirma a participação.

Ao contrário da situação brusquense, porém, o Presidente do Marcílio Dias, Alberto Lunardelli, afirmou que dinheiro não é o problema. Segundo ele, será avaliada a questão técnica. Dirigentes e comissão técnica vão se estudar se o Marinheiro tem possibilidade de fazer uma boa campanha na competição nacional.

O Marcílio Dias se posicionará oficialmente sobre a participação até às 20h00 de hoje. Caso o clube opte pela participação, deve buscar reforços em times como o Brusque e o Atlético de Ibirama.

Com uma possível desistência marcilista, a vaga passaria para o Concórdia, que também não vive seu melhores dias. O time foi lanterna da Copa SC 2011 e rebaixado no estadual do mesmo ano. O Galo do Oeste está formando um time para disputar a segundona catarinense, que começa em julho, e dificilmente teria condições de disputar a Série D.

Outra opção de clube para ficar com a vaga seria o Atlético de Ibirama, sexto colocado no Catarinense deste ano. O clube do Alto Vale, porém, já não esperava mais pela vaga e tem a maioria de seus jogadores já dispensados ou negociados.

Caso o futebol catarinense não ofereça candidatos para disputar a competição, a vaga será passada para o estado de São Paulo, melhor colocado no ranking da CBF.

Outros casos de desistência também estão acontecendo. Semana passada o Veranópolis, do Rio Grande do Sul, confirmou que não participa da competição.

A Série D começa a ser disputada no dia 27 de maio. Há pouco mais de três semanas do início da competição, grande parte dos 40 times participantes ainda não está definida.

A Confederação Brasileira de Futebol começa a tomar algumas ações para tornar mais viável a participação dos times na competição. Uma iniciativa será a ajuda de custo com o time visitante, auxiliando no pagamento das viagens, hotéis e demais despesas.

Confira a última versão da tabela da quarta divisão publicada pela CBF, onde a maior parcela das vagas se encontra no estado “a definir”:

Nenhum comentário:

Postar um comentário