26 de mai de 2012

Criciúma faz 4 mais uma vez e é o segundo colocado na Série B


Zé Carlos fez ótima partida e distribuiu duas assistências para gols

Zé Carlos fez mais uma boa atuação na Série B. Foto: Mauricio Vieira

O Criciúma venceu o Bragantino na tarde deste sábado pelo placar de 4 a 3. Jogando em Bragança Paulista, no interior de São Paulo, o Tigre chegou a estar vencendo a partida com três gols de vantagem, mas permitiu o adversário descontar no placar.

Zé Carlos fez ótima partida pelo Criciúma e deu duas assistências, optando inclusive pelo passe ao invés do chute em diversas oportunidades. Lucca foi destaque novamente, e fez mais um gol, chegando à artilharia da competição, com três gols.

Outro destaque da partida foi o lateral-esquerdo Marlon, que teve duas chances de gol e teve 100% de aproveitamento, fazendo o primeiro e o quarto gol do Tigre. O Tricolor chegou a ficar com 4 a 1 no placar, mas falhas na defesa atrapalharam a goleada do Tigre.

Com a vitória, o Criciúma chegou aos seis pontos na Série B 2012. A ótima largada com 100% de aproveitamento rende ao Tricolor a segunda colocação na tabela da Série B, com seis pontos, oito gols pró e quatro contra, somando saldo de quatro gols.

O próximo adversário do Tigre será o Vitória, às 21h50 de terça-feira no Heriberto Hülse.


Primeiro tempo:

O jogo começou no estádio Nabi Abi Chedid com chance criada pelo Criciúma. Em cobrança de falta feita por Lucca, Zé Carlos raspou de cabeça e Alê fez a defesa. A resposta do Bragantino veio com Romarinho. O camisa 7 do Bragantino avançou no ataque e chutou de fora da área para a defesa de Douglas.

Aos oito minutos, nova chance para o time da casa. O volante Rodrigo Pontes veio de trás e chutou forte, mas a bola passou pelo lado esquerdo de Douglas Leite. Menos de um minuto depois foi a vez do Tigre chegar. Lucca recebeu pela esquerda, cortou para o meio e chutou bonito. Alê fez a defesa.

O Bragantino teve a chance de abrir o placar aos 11 minutos, mas parou em Douglas Leite. Primeiro Lincom tentou de letra, a bola voltou e ele chutou para a defesa do goleiro tricolor. Seis minutos mais tarde, Lucca cobrou falta direto para o gol, muito perto da meta defendida por Alê.

Romarinho, destaque do Bragantino, armou contra-ataque aos 18 minutos e cruzou para o meio da área. Lincom recebeu a bola sem marcação, mas chutou mal e desperdiçou a oportunidade.

O Tigre jogava nos contra-ataques, mas desperdiçava a maioria deles. A jogada deu certo aos 29 minutos. Zé Carlos avançou com a bola e mesmo em condição de chutar, rolou para Marlon abrir o placar.

O empate do time paulista não demorou. Aos 34 minutos, Romarinho partiu em velocidade. Na tentativa, a bola sobrou para Andrezinho que conferiu e igualou o placar para o Bragantino.

No final do primeiro tempo, o time da casa esteve perto da virada. Silvio recebeu a bola dentro da área e chutou para o gol. Douglas Leite fez bela defesa e salvou o Criciúma. Final de primeiro tempo: 1 a 1.


Segundo tempo:

O Tigre voltou para o segundo determinado para voltar a ficar na frente do marcador. Já aos três minutos, Zé Carlos chutou de fora da área, mas errou o alvo. Aos nove, jogada em velocidade do Criciúma. Zé carregou a bola pela direita e deu sua segunda assistência na partida, rolando para Gilmar fazer o segundo gol do Tricolor.

Quatro minutos mais tarde o time catarinense teve oportunidade para ampliar. Em jogada muito parecida com a do segundo gol. Zé Carlos tocou para Gilmar que chutou fraco para a defese de Alê.

Aos 15 minutos, Lucca fez o terceiro do Tigre. A revelação tricolor avançou pela direita e chutou cruzado, não dando chances para o goleiro. Mesmo vencendo, o Criciúma não saiu do ataque. Zé Carlos, aos 18, avançou pela direita e chutou forte na trave.

Aos 21 minutos, um lance que traduz toda a movimentação do jogo. Primeiro, o Bragantino teve a oportunidade de abrir o placar, dando quatro chutes dentro da área. Todos pararam na zaga, no goleiro e na trave do Criciúma. Menos de um minuto depois, a chance foi do Tigre que também chutou uma bola na trave do Braga.

Aos 25 minutos, o lateral-esquerdo Marlon transformou a vitória tricolor em goleada. Fransérgio deu belo passe para o jogador que tocou por cima do goleiro Alê, um golaço!

Após o 4 a 1 figurar no placar, finalmente a partida ficou menos movimentada. Apenas aos 37 minutos algum lance mais agudo. Lucca bateu falta direto para o gol. Alê fez a defesa.

Um minuto mais tarde, Cezinha diminuiu a vantagem catarinense. De cabeça, o jogador que havia entrado no lugar de Cris fez o segundo gol do Bragantino. O Tigre tentou responder com Zé Carlos, que, de fora da área, chutou por cima do gol.

Aos 42 minutos, Rafael Caldeira colocou o Bragantino de volta no jogo definitivamente. Após cobrança de escanteio, o zagueiro cabeceou fazendo o terceiro do time da casa. O time paulista ainda tentou o empate mas já não havia tempo. Vitória do Tigre por 4 a 3.


Escalações:

Bragantino: Alê; Caldeira, Cris (Cezinha) e Luís Henrique; Léo Jaime, Rodrigo Pontes, Sílvio, Fernando Gabriel e Andrezinho (Alex); Romarinho (Patric) e Lincom.

Criciúma: Douglas; Ezequiel, Nirley, Matheus, Marlon; Elias (Ozeia), Fransérgio (Diego Felipe), Lucca e Kléber; Zé Carlos e Gilmar (Diego Oliveira).


Gols: Bragantino: Andrezinho (34/1º), Cezinha (38/2º), Rafael Caldeira (42/2º)
          Criciúma: Marlon (29/1º, 25/2º), Gilmar (9/2º), Lucca (15/2º)

Nenhum comentário:

Postar um comentário